image

Como tratar de uma piscina aquecida?


 
 
A piscina aquecida é amada por todos, especialmente nos dias ou locais frios.
 
Apesar de todo este prazer que ela proporciona, a piscina de água quente pode ser um tormento na vida de quem fica responsável pelo tratamento!
 
Isso acontece por que o tratamento de uma piscina aquecida acaba sendo bem diferente daquele dispensado à uma piscina sem aquecimento.
 
A filtração precisa ser mais eficiente, o controle da alcalinidade precisa ser mais rigoroso, o controle do pH precisa ser ninja e a manutenção do nível de cloro precisa ser heroica!
 
POR QUÊ?
 
Calma! Vamos chegar lá!
 
Antes de saber o que muda no tratamento de uma piscina aquecida, é importante entender como a elevação da temperatura da água da piscina muda seu comportamento.
 
A influência da temperatura na água da piscina
 
Apesar das dimensões continentais do nosso país, vamos generalizar que uma piscina sem aquecimento aqui tem sua temperatura em torno de 18 ºC. Então, digamos que a 18 ºC você tem uma piscina fria.
 
A parte ruim é que, num dia de sol, sua pele pode chegar a mais de 40 ºC e esta diferença de temperatura acaba causando um choque térmico desconfortável ao entrar na água.
 
Eis o momento que resolvemos aquecer a piscina para nadar tranquilamente a qualquer momento sem que haja o desconforto do frio nem tampouco do choque térmico inicial.
 
Pronto! Depois da instalação de um trocador de calor, da instalação da capa térmica, sua piscina vai de 18 ºC para 35 ºC em poucos dias! Com ela quente você pode nadar sem se preocupar com mais nada!
 
Daqui pra frente eliminamos a antiga “parte ruim” e criamos uma outra… Agora, a parte ruim é que, com o aquecimento, sua piscina pode chegar a 30, 32, 35 ºC (ou mais), e esta temperatura é ideal para o crescimento de algas e bactérias na piscina!
 
Pense comigo: colocamos os alimentos na geladeira por quê? Para não apodrecer, certo?
 
AQUECER A PISCINA É COMO RETIRÁ-LA DA GELADEIRA!
 
Ao ficar fora da geladeira, a água tende a apodrecer mais facilmente devido a ação de microrganismos como algas e bactérias.
 
Mas e então? Como as pessoas tem a piscina aquecida e conseguem mantê-la cristalina?
 
Como cuidar de uma piscina aquecida?
 
Assim como é preciso mais atenção para manter um alimento fora da geladeira, cuidar de uma piscina aquecida demanda mais esforço e dedicação.
 
O pH na piscina aquecida
 
É preciso controlar o pH mais de perto. Se normalmente você controlava o pH de 3 em 3 dias, com a água aquecida você possivelmente precisará controlar seu pH diariamente.
 
O cloro na piscina aquecida
 
Dentre outras alterações que o aquecimento da piscina causa no processo de tratamento, o controle do cloro é o mais afetado!
 
Numa piscina aquecida, o cloro evapora facilmente, em especial se estiver utilizando cloros não estabilizados.
 
Nossa dica aqui é a seguinte: meça o cloro de hora em hora. Sempre que precisar, corrija-o!
 
Se tudo se mantiver sob controle, a água cristalina, sem cheiro forte de cloro, dentro de algum tempo você pode passar a medir o cloro de 12 em 12 horas.
 
Se ainda assim a piscina permanecer sempre bem, pode ser possível medir e corrigir o cloro uma vez por dia.
 
As bordas da piscina aquecida
 
A limpeza das bordas de uma piscina aquecida pode ser um trabalho para heróis!
 
A sudorese dos usuários é intensificada com a elevada temperatura da piscina.
 
Desta forma, todo o suor acaba parando nas bordas e sua limpeza pode ser extremamente difícil.
 
A dica aqui também é elevar a frequência das limpezas para que a sujeira não consiga grudar muito fortemente.
 
Cuidando da piscina aquecida
 
No final das contas, o ideal é prestar mais atenção e investir um tempo maior na limpeza da piscina depois que aquecê-la e, melhor ainda, investir em equipamentos que podem trabalhar como auxiliar de desinfecção para o cloro, afinal, o cloro pode não ser suficiente…
 
 
Fonte: poolpiscina.com